ABIH 16/05/2014

Hotel Bragança será revitalizado

O Rio Antigo e a hotelaria carioca vão recuperar um patrimônio importante. Fechado desde os anos 40 e em estado de ruínas nas últimas décadas, o Grande Hotel Bragança passará por um retrofit e deve reabrir as portas em dezembro de 2015.
 
Com engenharia assinada por Erik von Uslar, da empresa Concrejato, e projeto de restauração do arquiteto Manuel Fiaschi, da a+ Arquitetura, o prédio de 1906 ganhará vida nova e se transformará em um três estrelas totalmente reintegrado ao bairro.

A equipe do informativo da ABIH-RJ conversou com o arquiteto Manuel Fiaschi (foto), paulistano de nascimento e carioca de coração, que tem no currículo projetos e consultorias no setor hoteleiro. Nas linhas abaixo, ele adianta, motivado, alguns detalhes do trabalho já em andamento. 
 
“O mais interessante do projeto é devolver à cidade um empreendimento que faz parte da memória coletiva do Rio Antigo, que tem valor cultural simbólico e representa uma aposta na revitalização do Centro. O novo hotel oferecerá 121 apartamentos em categoria três estrelas. Ao fundo do terreno, será construído um anexo, harmonizando com a estrutura mais importante, que é a do prédio original. Estamos realizando uma restauração cuidadosa, recuperando antigas estruturas, como as imponentes cúpulas. Na fachada do anexo, haverá um relevo inspirado na fachada frontal do edifício antigo. Acreditamos que os usos hoteleiros, comerciais e habitacionais no Centro da cidade são importantes do ponto de vista urbanístico. Este empreendimento alia cultura e conforto e está estrategicamente localizado no coração da boemia carioca, mas também bem próximo do Aeroporto Santos Dumont”.
 
O presidente da ABIH-RJ, Alfredo Lopes, reforça que projetos como estes merecem ser destacados. “A rede hoteleira passa por um momento de renovação. Diversos empreendimentos estão surgindo, outros se renovando. Ver renascer um ícone da hotelaria, em um projeto que respeita a memória da cidade e ao mesmo tempo oferece o conforto e moderna infraestrutura que a hotelaria demanda, é motivo de orgulho para toda a hotelaria”.